Reduza os Custos – Talvez seu Plano de Velocidade de Internet Esteja Exagerada para seu Uso

Escrito por: Paulo Santos

Sabemos que internet e Wi-Fi em casa é um item básico da necessidade humana, não dar pra simplesmente cancelar o plano de internet na intenção de reduzir os custos e economizar dinheiro, mas muitas vezes nos encontramos pagando por planos de internet com velocidades que excedem nossas necessidades reais.

Este artigo é ideal para você que está apertado(a) e deseja economizar dinheiro, mas não sabe por onde começar, aprenda a avaliar se o seu plano de internet contratado é realmente adequado ao seu uso diário.

Avaliando seu consumo de internet

O primeiro passo é entender seu padrão de uso da internet. Pergunte-se:

  • Quantas pessoas usam a internet em casa?
  • Quais são as atividades online mais comuns? (Navegação, streaming de vídeo, jogos online, trabalho remoto, etc.)
  • Quantos dispositivos estão conectados? (Celulares, tablets, computadores, smart TVs, etc.)

Entendendo as velocidades de internet

As velocidades de internet são geralmente medidas em Mbps (megabits por segundo). Para atividades básicas como navegar na web ou checar e-mails, uma velocidade de 5-10 Mbps pode ser mais que suficiente. Já para streaming de vídeo em 4k, recomenda-se pelo menos 25 Mbps, porém se você assiste em uma única tela em qualidade HD, de 5 a 8 megas é suficiente para assistir sem travar.

Se você possuí Netflix, sabe que o plano 4k é muito mais caro, e cá entre nós, em muitos filmes e séries, é quase imperceptível a diferença entre 1080p e 4k. Para famílias com vários dispositivos conectados ou para jogos online, planos de 50-100 Mbps podem ser mais adequados.

Quando menos é mais

Se você descobrir que suas atividades online são básicas e que poucos dispositivos são conectados simultaneamente, talvez por não estar todos em casa ao mesmo tempo, um plano com menor velocidade pode ser mais do que suficiente, resultando em economia significativa na sua conta mensal de internet.

Dicas para Escolher o Plano Certo

Faça um Teste de Velocidade: Verifique a velocidade atual da sua internet e compare com o que você realmente usa.

Considere o Padrão de Uso: Se você usa a internet principalmente para atividades que não exigem muita largura de banda, como navegar em sites, ver YouTube, Whatsapp e outros aplicativos, um plano mais básico pode ser ideal.

Verifique os Planos Disponíveis: Compare os planos oferecidos pelos provedores em sua área. Às vezes, planos com velocidades menores podem atender às suas necessidades por um custo menor. Não se deixe enganar por promoções com muito mais velocidade por pouca diferença de preço, os provedores sabem que a maioria das pessoas não usam tanta velocidade, e “empurram” maior velocidade apenas com a intenção de aumentar o ticket médio de gasto dos clientes.

Atenção aos Contratos: Esteja ciente dos termos do contrato e de possíveis taxas por redução de plano ou até mesmo o cancelamento, a carência costuma ser de 12 meses.

Qual velocidade de internet contratar?

Conclusão

Avaliar suas necessidades reais de internet pode revelar que um plano com menor velocidade é mais do que suficiente para o seu uso diário. Esta mudança não apenas vai fazer economizar dinheiro, mas também promove um consumo mais consciente e responsável. Lembre-se, a melhor escolha nem sempre é a mais cara ou a mais rápida, mas aquela que se alinha perfeitamente com suas necessidades, o famoso melhor custo-benefício!

O que você achou desse artigo?

Clique nas estrelas

Média de 5 / 5. Total de votos: 7

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Trabalhei por 15 anos com infraestrutura em Telecom, sou um entusiasta da área e estou sempre em busca de mais conhecimento envolvendo o uso da tecnologia. Espero poder ajudar as pessoas a entender melhor esse universo da conexão Wi-Fi!
Paulo Santos
Últimos posts por Paulo Santos (exibir todos)
    Tem alguma dúvida ou sugestão? Estou aqui para te ajudar!

        Deixe um Comentário

        Gênio do WiFi
        Logo